A mais bela verdade – Uma nova viagem

A mais bela verdade pode ser contada de várias formas, observada de vários ângulos e mesmo assim ser bela, verdade eterna, no escuro a lanterna mostrando o caminho a seguir dali em diante, se manteve distante para ver para onde ia na escuridão mas voltou para ascender as luzes da bondade e da verdade. Se fez nobre ao reconhecer que alguns momentos foram trágicos e de muita dor, mas que o principal sempre seria o amor, o resto se tornaria apenas resultado de suas vidas e os acasos de onde passaram, viveram viajaram a ponto de encontrar pessoas especiais que visitaram suas vidas e a marcaram.

O verdadeiro vence tudo e faz tudo possível, acordar para a verdade triste é doloroso e as vezes demora, mas o tempo mostrava grande mudança, uma nova força interior para seguir para uma etapa com nós de marinheiros, retorno ao passado, iniciando apenas com a experiência e uma embarcação preparada para uma nova viagem.

NOVAS VIAGENS EM UM MUNDO PEQUENO PROPORCIONAM RE-ENCONTROS COM PESSOAS DO PASSADO, ALGUMAS SERÃO ETERNAMENTE MOTIVO DE PRAZER ENCONTRAR, OUTRAS APENAS PASSARAM UM DIA POR VOCÊ, O AMOR DENTRE TUDO VEIO SEMPRE PARA VENCER.

“Some people come into your life for a reason, others just for a season “

A prova do verdadeiro amor vem do espírito e da caridade, momentos de prova da verdade são belos na vida e demonstram valores humanos de irmandade e lealdade.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

O dia da prova real

Chega um momento na vida em que todas as provas reais são tiradas, páginas viradas ou não se existiu amor um dia ele deve ser provado. Enviei todas as maiores provas de amor do universo, morri para renascer, ressurgir na praia distante de tudo, podia até viver como um vagabundo mas a embriagues mesmo consciente calada era uma mensagem dada, e passaria a lutar para sempre, seria como Marighella, vivendo em nome somente de uma causa nobre, deixaria todos bem, somos um só, voltaria para a realidade sem medo de falar a verdade, construiria um novo castelo a beira mar para poder ver a lua cheia e passear, deixaria o mal passar, ele mataria a si mesmo, o amor venceria pois ele sempre vence.

Existem amarras da vida que devem ser soltas para que novos nós possam ser dados com segurança em um outro lugar, veleiros passando e o vendo controlando o destino com a natureza, deixava para trás toda a tristeza, sentia que pior não ficaria do que a certeza, um momento havia chegado para mudar vidas, mas o tempo seria capaz de curar qualquer ferida, deixava para trás aquela vida de quem sonhava com as palavras da mãe do mar, chegara uma nova era, respeito estava em primeiro lugar.

¶ Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos, para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivera debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivera sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para, por todos os meios, chegar a salvar alguns. E eu faço isso por causa do evangelho, para ser também participante dele. (1Coríntios 9:19-23 ARC)

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>